Vejam um ciclista, ele gosta de ajudar as pessoas e de preservar a natureza

Olá Visitante
 


  Untitled Document

BARRÃO (FLONA)
Informações Gerais
4 2 6
5 3 1

Nível de Dificuldade: MÉDIA/DIFÍCIL  Antiga Média 3

Distância: 30,7 KM

Ponto de Encontro 1: Mc Donalds da Torre de TV (para os participantes do Plano Piloto)

(Ponto de encontro é o local que escolhemos para nos reunir para seguir em comboio de carros para o ponto de início da trilha)

Hora do Ponto de Encontro: 7:30 horas

Tolerância: 15 minutos

Ponto de Encontro 2: Administração da Floresta Nacional-Taguatinga (para os participantes de Taguatinga e proximidades)

Hora do Ponto de Encontro: 8:00 horas

Tolerância: 10 minutos

Ponto Zero: Administração da Floresta Nacional-Taguatinga

Duração média da trilha: 3 horas

Itens Obrigatórios: Capacete e Luvas

Preparação da Bike: Calibragem dos pneus, regulagem das marchas, lubrificação da corrente, verificação dos freios.

Planilha de Navegação Rebas: Imprimir e levar a Planilha de Navegação Rebas. Aos novatos, ao chegarem à trilha, solicitem aos coordenadores do Grupo orientação de como utilizá-la.

Entenda o que é uma Planilha de Navegação Rebas clicando aqui

Itens Recomendados: Câmara de ar reserva, bomba de ar, jogo de ferramentas para bike, rádio comunicador, celular, água potável, algum alimento para consumo durante o pedal, protetor solar,carteira de identidade, documento do plano de saúde e algum dinheiro para despesas esporádicas.

Estrela Reba: Essa trilha não é geradora de Estrela Reba.

Outras Informações:

Mais uma trilha Rebas na Flona? Sim, a sexta! E, esta, especialmente criada por sugestão de um Rebas que conhece como poucos o local, o Wesley, mais conhecido como Barrão, e, assim, já está explicado o nome da trilha.

De dificuldade média, nível 3, a trilha tem 30,7 km e conta com uma boa mescla de estradinhas e singletracks, passando por trechos inéditos em trilhas Rebas ou pouco usados pelos ciclistas, além de outros cantos já conhecidos por quem veste o manto verde.

Com inicio em estradinhas planas, entre eucaliptos e pinheiros, a trilha começa a ficar mais movimentada a partir do km 5,9, com uma pequena descida e depois um singletrack com algumas pedras e buracos que leva até a tradicional barragem da Flona (atenção ao atravessar a pinguela).

A subida após a barragem é o trecho mais exigente da Flona, razoavelmente longa, com trechos inclinados e algumas pedras e buracos.

Um pouco mais adiante, uma das melhores novidades nessa trilha, um grande trecho de singletrack que começa no km 11,3 e vai até o km 16,4, entre eucaliptos e pinheiros, sinuoso, com vários obstáculos (troncos no chão), que exigem muita atenção e habilidade dos bikers!

Outro ponto interessante a seguir é a Bica d’água, boa para se refrescar e encarar a subidinha que vem logo a seguir. Depois da bica, o restante da trilha segue mais plano, alternando estradinhas e singletracks até retornar à Sede da Flona.

A Flona é uma área de proteção ambiental e importante nascente de manancial de água que abastece Brasília. Portanto, é importante observar a disciplina de preservação e proteção ambiental. É proibido o banho nos cursos d'água que cortam a floresta em especial nos mananciais. É proibido utilizar as áreas virgens, restringindo-se o pedal apenas aos caminhos indicados.

Recomendações

  • Andar em grupo, mantendo distância do ciclista à frente nos single tracks.
  • Usar a Planilha de Navegação Rebas – PNR – ou GPS e rádio.
  • Guardar todo o lixo inorgânico produzido na trilha, descartando-o em locais adequados.

Exploratórios

1º exploratório: 08/06/2014
Participantes: Barrão, Bauru, Fábio Mugarte, Ricardo Silveira.

2º exploratório: 28/06/2014
Participantes: Agney, Barrão, Bauru, Ricardo Silveira, Ronan, Sinval, Vitor, Wagner.

3º exploratório: 06/07/2014
Participantes: Barrão, Bauru, Noé, Sérgio Luiz.

4º exploratório: 12/07/2014
Participantes: Barão, Bauru.

5º exploratório: 09/08/2014
Participantes: Alexandre Naves, Arquimedes, Barrão, Bauru, Célio Ximenes, Kerubin, Paulo Mendes, Suzana.


TOPO

Marca registrada Rebas do Cerrado - Nota de rodapé do site
Webdesigner: Débora Alves

A primeira versão deste site foi construída por Eliézer Roberto Pereira , Bob King, um dos fundadores do Rebas do Cerrado que infelizmente nos deixou em dezembro de 2004.

Posteriormente o nosso amigo Marcelino Brandão Filho, também fundador e coordenador do grupo por 6 anos, desenvolveu com dedicação ímpar uma nova versão. Marcelino faleceu em julho de 2013 e além do site deixou entre outros legados importantes a padronização dos procedimentos de operacionalização e condução dos eventos Rebas.

Mantemos a página principal o mais próximo possível do desenho original em homenagem aos dois fundadores.

As marcas Rebas® e Rebas do Cerrado®, bem como o logotipo® do grupo Rebas do Cerrado são Marcas Registradas® pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial(INPI), com todos os Direitos Reservados.