Olá Visitante






  Trilha Superando Limites - Rebas do Cerrado

SUPERANDO LIMITES
Rebas do Cerrado
4 2 6
5 3 1

A V I S O    I M P O R T A N T E

SUPERANDO LIMITES não é um evento e sim uma trilha e como tal funcionará de forma idêntica a todas as outras trilhas Rebas. Não há inscrição e nem apoio. O Rebas do Cerrado não cobra pela participação dos ciclistas nas trilhas.

Na Trilha Superando Limites o participante deverá providenciar seu transporte de ida até o Ponto Zero e também o transporte de retorno.

Nível de dificuldade: MUITO DIFÍCIL

Percurso total: 108 KM

Ponto de Encontro e Ponto de início da trilha

A trilha tem como ponto de encontro e ponto inicial a Praça da Matriz / Santuário, Centro de Santo Antônio do Descoberto (GO). Localização: https://goo.gl/maps/oPSF6DWaWsy

Concentração: 6h30 Partiu: 7h00

Itens obrigatórios: CAPACETE, LUVAS E ÓCULOS

VELOCIDADE MÉDIA IDEAL E TEMPO DE DURAÇÃO DA TRILHA

Estima-se que a trilha tenha entre 9 e 10 horas de duração. Recomendamos que o participante mantenha uma velocidade média de, no mínimo, 10 km/h  para chegar no destino antes de anoitecer.

PREPARAÇÃO DA BIKE

O ideal é que a bike esteja com a revisão em dia. Lembre-se de verificar a calibragem dos pneus, a regulagem das marchas, lubrificar a corrente e principalmente de verificar os freios.

SOBRE A TRILHA 

Como o próprio nome sugere é um percurso longo e difícil com 100 km entre as cidades de Santo Antônio do Descoberto e Pirenópolis. Foi idealizada pelo grupo Rebas do Cerrado para ser uma trilha como todas as outras do calendário, porém com dois diferenciais: a longa distância e o sentido em que é realizada, pois, neste caso, não há retorno ao ponto de início. Resistência e autossuficiência são condições essenciais para que o participante conclua o desafio.
Para o ano de 2018 a trilha será feita por um percurso novo em razão do asfaltamento de um grande trecho da GO-225.

A cidade de Santo Antônio do Descoberto-GO continua sendo o ponto de partida. A trilha inicia com 8 km de asfalto e a partir daí entra em estrada de terra até a cidade de Cocalzinho-GO. No km 40 passará por Aparecida de Loyola (mais conhecida como Aparecidinha) e depois Morrinho (Mamoneira) no km 55. Cocalzinho-GO estará no km 80 e logo depois o ciclista acessa o Parque Estadual da Serra dos Pirineus onde atingirá a maior altitude do percurso com 1350m em relação ao nível do mar. Durante todo o trajeto o ciclista encontrará terreno variados tais como estradas de fazenda, trilhas estreitas, cursos d`água, singletracks, pedreiras, áreas de preservação ambiental e, dependendo da época do ano, lama ou areia/terra. Vale lembrar que as estradas de terra do trajeto também são utilizadas por veículos de pequeno e médio porte.

CARACTERÍSTICAS DO PERCURSO 

Trilha difícil, desenvolvida em terreno movimentado com subidas e descidas acentuadas. É realizada em sua grande parte em estrada de terra, do tipo "estrada de fazenda" com trechos com valas, pedras e buracos, o que aumenta substancialmente o risco de quedas, não recomendado a atitude de "soltar os freios" nas descidas além de um rigoroso controle de velocidade. A atenção deve ser redobrada quanto ao trânsito de veículos nos trechos de asfalto.Trilha recomendada apenas para iniciados com ótimo preparo físico.

PONTOS DE COMÉRCIO 

Comércio ou bares que podem servir como pontos de abastecimento estão localizados no Km 40 (Aparecidinha), no km 55 (Morrinho/Mamoneira) e no km 80 (Cocalzinho).

BAIXAR O ARQUIVO DO PERCURSO

Clique no link Rebas - Superando Limites para baixar o arquivo e saber como é a altimetria do percurso


ALTIMETRIA - Subidas mais significativas

  • Do km 6,2 ao 7,3 – Asfalto
  • Do km 20,3 ao 22,6 – Depois da ponte de concreto do Rio Areias
  • Do km 23,7 ao 24,6
  • Do km 38 ao 38,7
  • Do km 42,5 ao 44
  • Do km 59 ao 60, a famosa “4x4”
  • Do km 67 ao 68
  • Do km 80 ao 82,5 – Depois da Prefeitura de Cocalzinho
  • Do km 85 ao 88 – No Morro dos Pirineus. É a maior de todas as subidas do percurso, com 3 km de extensão. É também um dos pontos mais altos da região com 1.340 metros de altitude.

RECOMENDAÇÕES

1) Levar água suficiente: entre 3 e 4 litros.
2) Procure ter um ótima noite de sono na véspera.
3) É recomendável não ingerir bebida alcoólica na véspera da trilha.
4) Tenha uma dieta rica em carboidratos na dia anterior ao evento.
5) Leve algum lanche para comer ao longo da trilha.
6) Leve a planilha de navegação.
7) Leve kit de ferramentas, câmara de ar reserva, kit reparo de furo, bomba de ar, rádio comunicador, celular, protetor solar, carteira de identidade, documento do plano de saúde e algum dinheiro para despesas esporádicas.

ESTRELA REBA

Essa trilha é geradora de Estrela Reba. Veja como solicitar a sua em Pedido de Estrela Reba

UM POUCO DA HISTÓRIA DA TRILHA SUPERANDO LIMITES

Um percurso originalmente mapeado entre as cidades de Brasília e Pirenópolis e transformado em um evento muito marcante foi organizado pelo Grupo Rebas do Cerrado de 2004 a 2010, partindo de Santo Antônio do Descoberto com destino a Pirenópolis passando por Corumbá de Goiás. O evento Superando Limites tinha por objetivo estimular as pessoas a assumirem o desafio de fazer uma cicloviagem contando com um apoio preciso em termos de infraestrutura e segurança e com a tônica de solidariedade do Rebas.
No ano de 2010 a coordenação do grupo decidiu ceder a organização deste super pedal para uma empresa especializada em eventos esportivos e que nos apoiava na operação do SL. Desde então e até os dias de hoje, com o nome de Desafiando Limites e com percursos diversificados, existe este desafio Brasília-Pirenópolis.

O NASCIMENTO DA TRILHA

A proposta de se fazer este trecho de quase 100 km entre Brasília e Pirenópolis foi resgatada em 2016 pela Coordenação do Rebas no formato de trilha. A intenção é a de preservarmos este percurso como memória do grupo em razão de ter sido uma iniciativa dos fundadores Bob King e Marcelino, e ainda a de convidar uma galera para um pedal desafiador entre as cidades.
Assim reintroduzimos em janeiro de 2016 em nosso calendário, este percurso que será realizado em padrão semelhante às trilhas difíceis do nosso rol. Nasceu assim a TRILHA SUPERANDO LIMITES.


"Pedalando ou empurrando chegaremos lá"

ALGUNS COMENTÁRIOS POSTADOS EM NOSSA REDE SOCIAL SOBRE A TRILHA SUPERANDO LIMITES REALIZADA EM 09/04/2016

Lauro Magalhães

Foi uma super trilha em todos os sentidos ! Parabéns a todos os participantes e colaboradores ! Até o próximo!

Paulo Mendes

Fantástico!!!


Eric Fassheber Novais

Foi perfeito!!! Juro que estou com saudades e espero que nunca mais saia do calendário de trilhas do Rebas.

Mariana Galiza

É isso que faz o Rebas ser único e tão admirável. Tenho muito orgulho de fazer parte desse grupo. E una saudade imensa das trilhas. Espero estar de volta o quanto antes!

Ignes Lepsch de Souza

Na próxima com certeza estarei com vocês! !

José Nildo Lau

Foi esplêndido o evento. Parabéns Marcio Bittencourt e aos amigos citados. Vida longa a todos.

Juliana Bernardes

Foi realmente sensacional. Primeira vez que participei de um pedal para Piri e não deixou nada a desejar... Todos estão de parabéns!!!!! ðŸ‘

Marca registrada Rebas do Cerrado - Nota de rodapé do site

A primeira versão deste site foi desenvolvida por Eliézer Roberto Pereira, o Bob King, um dos fundadores do Rebas do Cerrado, falecido em dezembro de 2004. Uma nova versão foi elaborada por Marcelino Brandão Filho, também fundador e coordenador do grupo por 6 anos e um dos responsáveis pela introdução do jeito Rebas de organizar e conduzir nossos eventos. até seu falecimento em julho de 2013. Em homenagem aos dois fundadores procuramos manter o 'layout' original.

As marcas Rebas®, Rebas do Cerrado® e o logotipo®  do Grupo Rebas do Cerrado são Marcas Registradas® no Instituto Nacional de Propriedade Industrial(INPI). Todos os Direitos Reservados.